Logo no começo do semestre o objetivo do projeto “Reciclarte” da EMEF Brasil-Japão era claro: trabalhar junto com os alunos diferentes formas de técnicas manuais que combinassem o uso de materiais que geralmente encontram o lixo como destino final com o uso da criatividade e consciência sobre as inúmeras possibilidades que a arte oferece.

IMG_20170923_103804236

A cada sábado as professoras e os cerca de 15 alunos matriculados entre o 4º e 6º ano do ensino fundamental conversaram sobre diferentes questões relacionadas ao lixo, como a quantidade de embalagens que encontramos sempre que fazemos compras no mercado, as diferentes formas de reciclagem de materiais e a importância de buscar aproveitar o máximo de cada material antes de destiná-lo para o cesto de lixo.

Isso tudo acompanhado com demonstrações de diferentes expressões artísticas que tinham como principal matéria-prima materiais que geralmente já não enxergamos como úteis. Uma das aulas foi dedicada a falar sobre o trabalho do artista plástico Vik Muniz, idealizador de diferentes mosaicos e imagens feitas somente com materiais encontrados em aterros sanitários – trabalho que deu origem ao documentário “Lixo Extraordinário”, que teve trecho exibidos aos alunos na sala de aula.

Inspirados nesse trabalho, foi proposto aos alunos que fizessem seus próprios mosaicos, preenchendo e colorindo famosas obras da história da arte com materiais pouco usuais. As primeiras matérias-primas foram revistas antigas arrecadadas entre os voluntários, que renderam resultados impressionantes. No sábado seguinte, o desafio foi um pouco maior: fazer mosaicos com materiais que os alunos encontrassem no pátio da escola. Missão dada, missão cumprida, e todos se empenharam criativamente para que terra, grama e flores resultassem em suas obras de arte.

Ainda faltam algumas aulas para encerrar o semestre, e o Recilarte tem muitas ideias para colocar no papel! Criatividade e materiais para isso não vão faltar!

Anúncios